SAAE – Sistema Autônomo de Água e Esgoto de Sorocaba

Tipo de obra – SANEAMENTO
Nome resumo – ETE Pitico
Cliente – SAAE – Sistema Autônomo de Água e Esgoto de Sorocaba
Escopo – Elaboração de Projeto Executivo e Execução e Implantação das obras de Reforma, Ampliação e Operação da Estação de Tratamento de Esgoto Pitico
Local – Sorocaba / SP

Saneamento – SAAE – Sistema Autônomo de Água e Esgoto de Sorocaba

Obra refere-se à elaboração de projeto executivo baseado nos conceitos do projeto básico existente com completo nível de detalhamento e execução de reforma e ampliação da ETE Pitico, operada pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE Sorocaba, localizada na região da zona norte da cidade, tendo seu acesso e localização na Estrada Pedro Sola, s/n – Fazenda São Pedro, que recebe e trata o esgoto gerado nos bairros localizados à esquerda da Avenida Itavuvu e à direita da Avenida Ipanema.

As atuais instalações que operam pelo processo de lodos ativados por aeração prolongada que são capazes de operar mesmo em situações adversas de lodo e carga orgânica, gerados pelo processo biológico, encontra-se além do seu limite nominal que é de 251 l/s de vazão média, portanto a reforma/ampliação visa a atender a atual e novas demandas da bacia da Estação de Tratamento de Esgotos – ETE Pitico, de forma a complementar o tratamento da vazão e carga orgânica afluente conforme previsto para a 2ª etapa do empreendimento que terá capacidade para tratar a vazão máxima de 590 l/s, o sistema de tratamento de operação será composto quando da sua ampliação por, Unidade de Retenção de Sólidos Grosseiros, Gradeamento Mecanizado, Estação Elevatória de Esgoto Bruto Final, Tratamento Preliminar, Tanques de Aeração, Decantadores Secundários , Elevatórias de Recirculação de Lodo, Adensadores Gravimétricos, Elevatórias de Descarte de Lodo Adensado e Desidratação de Lodo, para as unidades de ampliação de tratamento está sendo implantado um sistema idêntico de tratamento ao já instalado, aumentando a capacidade de tratamento da estação buscando maior eficiência e menor custo de implantação e operação do sistema já utilizado, atendendo assim as novas demandas.